O sexo como forma de acessar o divino

O Tantra nos ensina que o corpo é a porta, a via de acesso com o divino.

“O sexo é a energia mais vital do homem e não deveria constituir um fim em si mesmo. O sexo deveria guiar o homem até sua alma. O objetivo é: desde a luxúria até a luz, do sexo à supraconsciência.” (Osho)

Tantra é união, é aceitação de si mesmo para o crescimento espiritual. Crescer espiritualmente é ter a capacidade de estar no mundo se reconhecendo como um ser em evolução e poder cada vez mais, ser criador consciente de nosso próprio destino.

O Tantra não é uma filosofia. O caminho de autorrealização do Tantra é pela propriocepção – percepção de si mesmo, pelo reconhecimento e expansão de sua sensibilidade e sua consciência e não pela compreensão das palavras ou pelo entendimento intelectual. O Tantra nos possibilita um entendimento experimental, no qual alcançamos uma compreensão maior, mais abrangente e mais significativa que aquela compreensão usual proveniente das palavras e do raciocínio lógico. O Tantra lida com o hemisfério direito cerebral, com a experiência não verbal, com aspectos sensoriais que inferem diretamente no aspecto comportamental.

O Tantra também não é uma religião. Através do Tantra o ser humano alcança um profundo sentimento de religiosidade. Tantra está totalmente impregnado de espiritualidade, mas não é religião.

Tantra resgata o sagrado e o divino que existe em cada ser humano.

O Tantra não está ligado a performances sexuais e orgias mirabolantes como se têm convencionado. Os ensinamentos tântricos elaboram suas performances baseadas em meditações e vivências com o objetivo de potencializar a sensibilidade e a percepção da energia oferecendo ao indivíduo toda a liberdade que necessita para perceber e sentir.

O Tantra trata da nossa relação com a energia; da forma como nos apropriamos da energia, da relação com os Chakras (centros energéticos localizados no corpo) e como a energia é direcionada a partir dos centros para a otimização do viver em vários níveis num processo de múltiplas e facetadas transcendências.

O Tantra aprimora a percepção da energia e potencializa muito a sensibilização do prazer, utilizando-se de várias abordagens. Começa-se com um trabalho corporal onde o corpo é o inicio, o meio e o fim em si mesmo. Mas o corpo tem nuances que desconhecemos e que só é possível alcançar com a depuração da sensibilidade. Trazemos no corpo as marcas de fortes condicionamentos impostos pela sociedade ao longo de nossas vidas. Os trabalhos com o Tantra objetivam o descondicionamento de corpo – mente –emoções – espírito. O corpo é o caminho para uma compreensão profunda que diz respeito aos nossos medos e fraquezas, nossos sentimentos de inferioridade ou de grandeza; as atitudes comportamentais que adquirimos para sobrevivermos no meio social.

Com o Tantra aprendemos o papel significativo representado por todos os Chakras, e compreendemos que por conta das inúmeras repressões que sofremos, nos fixamos numa rígida estrutura de sobrevivência e sexo, desconectados com o prazer de viver, com a confiança e a entrega. Não saímos ainda do primeiro Chakra – Muladhara. Nossa performance sexual é primitiva, grotesca, depauperada por muitos sentimentos como  insegurança, medo, ansiedades, culpas, necessidades de cumplicidade e apoio, etc…

O Tantra trabalha com o Chakras com uma nova compreensão aprimorando os relacionamentos, burilando e aparando as arestas, desfazendo modelos comportamentais doentios e patológicos, dando forma à uma nova maneira de SER e de VIVER.

O Tantra é um novo estado de consciência e percepção, que proporciona uma nova compreensão da vida e do viver que não é possível alcançar pelas vias do entendimento lógico e pela razão. O Caminho do Tântra é O Caminho do Coração. Através do Tantra alcançamos um sistema novo de comunicação e compreensão: A Suprema Compreensão.

 

Compartilhe:

Terapeuta corporal e holístico formado em massoterapia pelo SENAC em São Paulo e Quick Massagem, Massagem Relaxante, Massoterapia Clássica, Massagem Bioemocional para depressão, Massagem Terapêutica, Massagem Desportiva, Ritual de Shakti, Yoni massagem.
Visite o site do autor

Deixe um Comentário